Macabu News
Cotação
RSS

Com salários atrasados, servidores da Faetec entram em greve

Publicado em 08/08/2017 Editoria: Educação Imprimir


Os servidores da Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica) decidiram começar uma greve por tempo indeterminado em assembleia na manhã desta segunda-feira, dia para o qual estava prevista a volta às aulas. Eles fazem parte do grupo de mais de 200 mil ativos, inativos e pensionistas do estado que estão sem os salários de maio, junho e décimo terceiro de 2016. Os funcionários terceirizados, que prestam serviços de limpeza e segurança, também estão com salários atrasados.

A decisão de retomar as aulas nesta segunda-feira partiu do novo Secretário Estadual de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca (PMDB). O Sindicato dos Profissionais de Educação da Faetec (SindpeFaetec) pretendia negociar um adiamento devido aos atrasos nos pagamentos, e acabaram decidindo por uma paralisação de 48 horas seguida de greve por tempo indeterminado.

Lideranças sindicais informaram que será divulgado um calendário com as atividades da greve. Eles também avisaram que só retomarão as atividades quando houver a quitação de ao menos uma folha de pagamento.

Cestas básicas

Sem salários, os servidores estaduais têm recorrido à caridade: o Movimento Unificado dos Servidores Públicos (Muspe) vem arrecadando cestas básicas para distribuição entre os servidores necessitados. Desde que a campanha começou, foram distribuídos 3.010 kits.

 

› FONTE: O Dia